DúvidasDúvidas :

É preciso saber tocar ou conhecer a teoria musical para se beneficiar da Musicoterapia?

Não. A estética em Musicoterapia é diferente da estética em música. O objetivo da música na Musicoterapia é permear o processo terapêutico. A aprendizagem musical será bem vinda se for avaliado que ela poderá favorecer a terapia.

Como é uma sessão de Musicoterapia?

A Musicoterapia se difere de outras atividades pelo fato de utilizarmos a experiência musical como ferramenta principal do trabalho. Tocamos instrumentos musicais, cantamos, compomos, improvisamos músicas e sons dentro de um contexto terapêutico, oferecendo assistência não só à saúde física, mas também à saúde mental, acessando emoções que estão diretamente relacionadas aos estados de saúde.

Qual profissional está apto a indicar o tratamento com Musicoterapia?

A Musicoterapia não precisa de indicação direta de algum profissional. Quem a conhece e identifica, no outro, um possível benefício com o tratamento, indica. Isto inclui profissionais de saúde, da educação, pais ou familiares de pessoas que já conhecem e/ou fizeram tratamentos com a Musicoterapia. Algumas pessoas chegam espontaneamente porque ouviram falar e se identificaram de alguma forma com a prática.

Quem está indicado a fazer Musicoterapia?

A música está presente em nossa vida, de forma muito próxima, marcando fases, emoções, lembranças. Traz satisfação e prazer, além da mobilização física e estimulação neurológica. Assim, a Musicoterapia não tem uma clientela fechada. Qualquer pessoa pode se beneficiar! Porém, alguns casos encontram melhor resultado com a Musicoterapia e/ou quando a Musicoterapia está presente no planejamento terapêutico do cliente, ou seja, fazendo parte de um conjunto de tratamentos. Como exemplos, podemos citar: quadros em que a comunicação está bastante prejudicada e a pessoa precisa encontrar outras formas para se expressar; espectro autista; Alzheimer; distúrbios de aprendizagem e quadros que apresentam déficit cognitivo, com necessidades de estimulação.

Quem está habilitado a trabalhar com Musicoterapia?

Somente o musicoterapeuta está apto a esta função. Profissional com diploma de nível superior em Musicoterapia, reconhecido pelo MEC. Cuidado! Algumas pessoas que conhecem música, ou fazem formação ampla de alguma área na ciência que inclua arte, erroneamente sentem-se capazes de exercer a Musicoterapia. Porém, algumas músicas trazem desconforto para determinadas patologias, outros sons irritam o sistema nervoso trazendo malefícios a saúde, determinados ritmos e densidade sonora podem alterar o tônus muscular inadequadamente, outros podem reforçar uma estereotipia. A musicoterapia não trabalha apenas o lado lúdico e emocional! A Musicoterapia é uma disciplina científica com efeitos comprovados por várias pesquisas mundiais! Fique atento e exija o diploma!

Onde encontrar um Musicoterapeuta?

O Musicoterapeuta pode atuar em Clínicas, Hospitais, Escolas, Projetos Sociais, Empresas e Consultórios. Para encontrá-los procure uma associação de Musicoterapia em sua cidade; em Universidades que ofereçam a formação em Musicoterapia; ou converse com pessoas que já tiveram contato com a Musicoterapia e que possam indicar um profissional. Se preferir, envie um e-mail para adriana@musikativa.com.br e teremos prazer de verificar a existência de um profissional próximo de você. A Musikativa localiza-se no bairro Méier no Rio de Janeiro.

Dúvidas e mais dúvidas? Entre em contato conosco.